Design sem nome - 2021-08-06T155039.363

Como o antifraude pode se tornar um diferencial competitivo no e-commerce

Por Roberta Medeiros Superintendente de Operações da ClearSale

Mais do que simplesmente evitar prejuízos, segurança da loja virtual aumenta vendas por meio da melhora na experiência dos bons clientes

Cada vez mais latente no e-commerce do Brasil e do mundo, a discussão sobre a segurança de cada loja virtual contra fraudes tem mostrado que, muito mais do que apenas evitar prejuízos financeiros diretos pela perda de produtos ou serviços, o antifraude pode ajudar toda a cadeia de processos dentro de uma loja virtual a ser mais fluída, rápida e satisfatória do ponto de vista da experiência do cliente.

Isso quer dizer que, ao preservar bons consumidores, um trabalho eficiente de gestão de risco e combate a fraudes é capaz de aumentar a taxa de aprovação de pedidos, diminuir o tempo de resposta e a taxa de chargeback (estorno do cartão), ao mesmo tempo em que torna a reputação da loja muito boa aos olhos dos clientes.

Afinal de contas, de nada adianta barrar a fraude se, para isso, a loja virtual barra muitos pedidos de bons consumidores ou impõe uma demora excessiva na resposta de uma transação. Pensando em custos de aquisição de clientes ou de danos de imagem e credibilidade, não é exagero dizer que os prejuízos seriam ainda maiores, nestes casos, do que os causados pela fraude.

Por isso, o equilíbrio de indicadores é fundamental. É preciso, sim, ter a fraude controlada, mas isso só tem sentido se o tempo de resposta for mínimo e a taxa de aprovação estiver realmente alta.

Para conseguir este equilíbrio, o antifraude precisa ser capaz de fazer análises profundas e escaláveis, aplicando tecnologia avançada e mão de obra especializada na análise de grandes quantidades de dados, além de conhecer, em detalhes, todos os processos de cada transação, do início ao fim.

Ao ter essa expertise, a solução antifraude consegue aplicar todo o conhecimento na prevenção e combate a este tipo de crime em todas as etapas da cadeia que envolve uma transação no e-commerce, desde a plataforma até a logística de entrega e devolução de produtos. Afinal, o Brasil, infelizmente, é um país que tem uma fraude muito voraz e criativa, o que torna todas essas etapas vulneráveis à atuação de fraudadores.

Em um mercado tão competitivo quanto o e-commerce atual, poder ter a tranquilidade de oferecer uma loja virtual segura e que transmita confiança é uma obrigação de todo o setor, que é bastante desprotegido do ponto de vista da legislação vigente. Por isso, um trabalho eficiente de prevenção e combate a fraudes pode ser muito mais do que um meio para evitar prejuízos, podendo ser, também, um grande aliado para a melhor experiência do consumidor e do crescimento sustentável do negócio.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *